Arte, Rock

Embalando clássicos #1 : Physical Graffiti, Led Zeppelin


Esta é a capa do clássico “Physical Graffiti”, sexto disco de estúdio e um dos meus preferidos do Led Zeppelin.
O prédio fica nos números 96 e 98 em St Mark Place, no East Village, Nova Iorque.
A fachada atual do prédio pode ser vista aqui no Google Maps.
O artista que a concebeu foi Peter Corriston, que entre outros trabalhos fez o “Tattoo You”, dos Rolling Stones, trabalho reconhecido com um Grammy de melhor capa de álbum, e que certamente estará em breve nessa seção que inauguro hoje.
Uma curiosidade é que o prédio tem cinco andares, e Peter “extraiu” um deles para a capa, conseguindo assim um desenho adequado ao formato quadrado da embalagem.
Outro fato interessante é o clipe de “Waiting on a Friend”, onde Mick Jagger e Peter Tosh esperam por Keith Richards nas escadarias do mesmo prédio. Qual o disco em que saiu essa música? “Tattoo You”, claro!
Abaixo o verso da capa, em foto noturna. Aparecem nas janelas, além dos quatro astros do Led, Lee Harvey Oswald, Neil Armstrong, Elizabeth Taylor, King Kong, a Rainha Elizabeth, uma pintura de Dante Gabriel Rossetti retratando a deusa romana Proserpina, a Virgem Maria e o Gordo e o Magro.
Led Zeppelin Physical Graffiti

Na série “Embalando Clássicos” pretendo mostrar grandes trabalhos que juntam dois assuntos que adoro: design & música. Vamos ver até onde vai.

Standard
Rock

The Yardbirds – Dazed And Confused (1968)


“Dazed And Confused” foi composta pelo Jimmy Page quando ainda estava no The Yardbirds, banda pela qual passaram Jeff Beck e Eric Clapton. Ficou mesmo conhecida por ter sido incluída no disco de estréia do Led Zeppelin – era a última faixa do lado A (será que a molecada de hoje sabe que os discos tinham lado A e lado B???). Curteaê:

Standard