Literatura, Rock

Ouvindo & lendo

Terminei as “Crônicas de Gelo e Fogo – A Fúria dos Reis”, e logo mergulhei no terceiro livro da série, “A Tormenta de Espadas”, um tijolo de mais de 800 páginas. Nem tenho ideia de quando vou acabar esse.
Entre os discos, estou ouvindo no repeat o “RAM”, disco que Paul e Linda McCartney gravaram em 1971. Não tem jeito, meu beatle favorito é mesmo o Sir Macca. Este disco foi gravado nas férias do casal na Escócia. Excelente.
“Greatest Hits & More”, do The Who, é um apanhado da banda que ouço falar muitíssimo bem e sempre negligenciei. Essas coletâneas são ótimas para ver a evolução da sonoridade da banda.
Ouvindo também “Bunderbuss”, lançamento do Jack White, disco mediano na carreira do americano, e “Strangeland”, do Keane. Sei que este último me faz soar meio guei, mas sempre achei que minha hombridade sonora já estava muito comprometida por curtir os chorões do Coldplay, então…

Standard
Rock

Será?

Mas parece que aquela história toda de que o sir Paul McCartney tocaria em breve no Brasil está confirmadíssima para novembro agora.

A terceira visita do ex-beatle ao país se dará, ao que tudo indica, depois de uma passagem para um show em Santiago e dois em Buenos Aires. As datas argentinas seriam 14 e 15 de novembro. Sir Paul viria pelas mãos da gigante dos shows tf4.

via Popload.

Standard